...REJOI AND BE GLAD...

Quero acreditar que os milagres acabam por chegar! Quando nem sempre os esperamos, mas quando mais precisamos deles! Chegam com a mesma intensidade com que os queremos receber... e com a dimensão exacta do que fizemos para os merecer!

24.6.09

"AGENTE" encontra-se por ai...

Não sei muito bem quando comecei a coleccionar este tipo de imagens...
Quando ia fazer um DELETE na pasta KABBA encontrei-as e pensei:

- Talvez esteja na hora de as colocar...
Escolhi ao acaso quatro e cá ficam!
Assim... para a despedida!

Se precisarem de enviar alguma mensagem, usem um dos meus e-mails: "Lara"
TODOS os beijos que tenho para dar... são para vocês!

Façam o favor de serem felizes!
Tanto, como me fizeram a mim! Obrigada... do coração!


"AGENTE" vê-se por ai...

Cherries

(4ªfeira, 17 Junho 2009)

Estou aqui, a olhar para o céu carregado, da janela do escritório, e a pensar:
- Deviam chover cerejas!

A culpa é tua, João!

22.6.09

TeleGrama

Lara viva! - stop
Móvel (outra vez) fanado! - stop
Tenham paciência! - stop

Não sei gerir o tempo. - stop
Desculpem mesmo! - stop

No feriado (4ª) devo vir cá... - stop

TENHO SAUDADES VOSSAS & ponto final, STOP.

Maria, Lino, João, Lels...
Aos blogs que leio...
Aos que passam por aqui...
Muitoooooos beijinhos!
Bom S.João!

16.6.09

BEFORE I DIE... I WANT TO..............................









E Tu?..................

...Fui à lixivia!

14.6.09

Se...

Se não sobreviver a esta noite...
"Vou" feliz e satisfeita!
Comi só....
...uhhhh...
Um Kilo delas...
... menos três que sobraram, os caroços e os pincaros!
Uiiiii... a noite vai ser longaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa....

Se és o autor deste texto...

... (não que tenha curiosidade em conhecer-te)...
...Liga-me!...
Acho que precisamos de falar sobre uns pequenosssss detalhes!

Fico feliz por vos encontrar por aqui!


11.6.09

Um dia...

Um dia muito especial, Maria-Papoila!
Perde um pedacinho de tempo e vê/lê, até ao fim.



Bem sabes que não sei falar de amor, mas felizmente alguém conseguiu escrever grande parte do que queria conseguir dizer-te.
Um dia talvez (também eu) aprenda.

Estas são apenas 32 coisas (uma por cada ano) que AMO em ti:
1 O teres vindo até mim.
2 O teres ficado ao pé de mim.
3 O permitires que fique ai.
4 A tua forma de amar.
5 Que comas o miolo do pão e eu a codea.
6 A fúria com que te revoltas.
7 Os livros que lês e empilhas no canto.
8 As pedras de gelo no copo.
9 Os filmes que vimos de mãos dadas.
10 Os teus olhos azuis.
11 O teu sentido de orientação.
12 As tuas orações.
13 As lágrimas que consegues chorar.
14 A tua ausência, já menos frequente, de segurança.
15 O cheiro do teu cabelo.
16 A tua coragem.
17 As horas de conversas e de silêncios.
18 Conseguires resistir à tempestade.
19 A forma como nos aconchegas no colo.
20 As tuas comidinhas deliciosas.
21 As tuas sardas.
22 A forma como te espreguiças ao sol.
23 A doçura com que aceitas e lutas no amor.
24 A rapidez com que te passam as telhas.
25 Os beijinhos à esquimó.
26 A paciência que tens com as minhas neuras.
27 A tua patusca e o queijo com ervas.
28 A forma como convocas as coisas.
29 O respeito que tens pelos outros.
30 Duas colheres no copo do gelado.
31 As tolices.
32 O tu e o eu ser: UM "NOZES" AS DUAS!
Garanto que tinha mais 32 motivos X 1.000!

Prometes-me que este ano vais tomar melhor conta de ti?
Parabéns, gostosaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
;)

10.6.09

Oh páaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...

... que coisas "mai" lindas!
Depois das fotos "pesadas" do post anterior, fui num instantinho "gamar" da web uns retratos destas belezzzzzzuras!
Bem diz o povo que:
"- Tudo o que é pequenino tem piada!"
(Eu até ia discordar depois de pensar uns segundos. lol Mas vou fechar a matraca e acabar o trabalho, que já é uma da manhã.)
E como a natureza é prodigiosa, olhem estes:




O que é que andamos a fazer com o nosso planeta azul?...

D"esperanças

- Estar de esperanças!
Esta era uma expressão que se ouvia quando alguém aguardava a chegada de um bebé.
(Hei-de ir pesquisar algo mais sobre este assunto. Mas hoje já é tarde.)
Recebi duas belissimas noticias!
Vou ser, duplamente, "tia".
Tia do filho de uma amiga; e tia de um filho de uma prima!

Pode parecer cruel, mas julgo que se a natureza fosse perfeitamente justa (o que penso não é) haveria homens e mulheres que nasciam sem a capacidade de procriar.
Da mesma forma que a infertilidade não afectaria seres que, não duvido, podiam ser "pais" na verdadeira acepção da palavra.

Poderia ficar aqui... dias e dias... a contar coisas dos MEUS pais.
Dos biológicos, dos adoptivos e dos seres HUMANOS (e não só) com que me fui cruzando e que me deixaram preciosas lições de VIDA.
Algumas das quais ainda não entendo porque não amadureci o suficiente.

No entanto, hoje, queria que deixassem a vossa opinião do que é ser mãe ou pai.
Que contem aqui uma história ou partilhem uma opinião.

(Nota: As fotos são "pesadas"! Mas ao pesquisar na net, foram estas que apareceram. E quem sou eu para questionar isso!?)

8.6.09

Smoke signs

  • Eu
  • mando
  • sinais
  • de
  • fumo!

  • Mas...
  • com
  • este
  • ventooooooooooo....

  • (MUITAS saudaditas!)

7.6.09

Estou com uma daqueeeeeelas insó(m)nias inexplicáveis.
Tomara o/a (a)manhã chegue depressa.
Descobri estas imagem e outras AQUI.
Boa semana meninos(as)!
:)

6.6.09

"Bom-bom" em dias de chuva


Três textos?
Aqui no blog?…
Seguidos?…
Uhhhhhh! Estranho!

Primeira constatação óbvia:
- Está a chover. (Só podia…)
Segunda:
- O popó está sem gasóleo. (Antes ele que eu…)
Terceira:
- A chover, de bicicleta… não me apetece ir a lado nenhum!
Então cá estou eu, literalmente, presa no sofá!
Isto começou de madrugada quando caiu uma tromba de água!
Levantei-me e levantei o estore na esperança que viesse a trovoada!
Não sei se veio… adormeci!
(Afinal vou ter de parar de escrever este texto. Volto já! Vou (trans)escrever uns textos lindosssss que descobri na net)
.
..
...
..
.
Ia eu a escrever que me agarrei (coisa mais deprimente!) ao computador de madrugada!
Mas por lazer. E andei a saltitar de blog em blog!
Aqui ficam algumas das pérolas:
.
..
...
"Conversa do Tiago, 4 anos, com um espécie de Lego na mão, medidas 5 x 5 cm:
Tiago - Quem me dera que isto fosse uma casa de animais!
Avó Mia - Ah! Pois, era giro! Então e que animais é que punhas lá dentro?
Tiago - Um macaco, um leão, outro leão e dois tigres.
Avó Mia - E um cavalo?
Tiago - Ah, pois, um cavalo também.
Avó Mia - Então e um cão, não querias um cão?
Tiago, de Lego em riste - Ó Avó! Olha para isto! Tu achas que um cão cabia aqui?!
E aqui o meu riso soltou-se e o meu coração derreteu-se todo (mais do que o costume), pois não há como evitar de imediato a recordação do Pequeno Príncipe com o seu desenho da jibóia que tinha engolido um elefante.
Que pena perdermos esta espantosa capacidade de sonhar!
AQUI

Qual aquecimento global, qual quê!
D. Mafalda dizia-me hoje de tarde.
"Já viste, se nós morremos, ninguém sabe a password do hi5!!!"
AQUI:


Almoço a três...
Francisca: - Mamã...no dia do teu casamento, quando chegaste a casa beijaste o Papá e tiraste a roupa toda?
Eu: Ó Francisca, a Mamã deu beijos ao Papá e mostrou que gostava muito dele. Mas porquê tirar a roupa toda???
Francisca: Porque só quando se tira a roupa toda é que mostramos que amamos e que não nos queremos zangar!!!
Acho que estou com a digestão parada....
AQUI:


IMPOSSIVEIS?.... Nãaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
(Ir ver a imagem no blog)
AQUI:


LESSON LEARNED
É curioso verificar como certas pessoas que em tempos me magoram, começam agora a apagar pelo que me fizeram.
Congratulo-me por ter sido paciente e por não ser vingativa.
A vida encarrega-se disso!
O tempo é, sem dúvida, o nosso maior amigo.
AQUI:

SCOOBY-DOO
Hoje o meu prof de Desenvolvimento Regional trazia uma camisola com o Scooby-Doo.
Não é nada de anormal até ter em conta que ele se veste quase sempre formalmente e então eu o meu gang (mais cinco ladies!) pusemo-nos a comentar a camisola...
O prof sentou-se à nossa frente a dar a aula e de repente saiu-me instintivamente um:
Scooby-Doo-By-Doo!!!
É claro que o prof ouviu.
E disse: "Você já está reprovada!"
Afinal quem é que disse que as aulas na faculdade são aborrecidas?
O prof bem se riu também :D
AQUI:



Steel rain – Chris Cornell

Sigo-o faz anos...
Desde os Sound Garden, depois a solo, nos Audioslave, em parcerias!
Esta versão é acústica. Não encontro o clip.
Gosto de qualquer coisa nele... Só não sei o quê!

A Terra, hoje, vista da (minha) lua


Como não vi televisão nos últimos tempos, ainda não tinha visto (mas ouvi falar) a famosa entrevista da Manuela Moura Guedes ao meu, mui ilustre colega e bastonário, Marinho Pinto!
Ah, homem dum caneco!
Pode até ser possível que o Senhor não faça as coisas com cabeça… Mas que tem coragem, lá isso tem!
Fiquei a saber as últimas da campanha às Europeias e também vi a entrevista do Sô professor doutor Vital Moreira (que teve o privilégio de me fazer a minha primeira prova oral e me chumbar! Aliás, primeira e única!)
Não duvido também que o Sôtor percebe de direito constitucional e administrativo.
Continuo é na dúvida se ele tem “queda” para campanhas eleitorais e estou em crer que, se se sentar no parlamento Europeu, nunca mais se vai ouvir falar dele.
Não sei porquê mas não estou a vê-lo a interessar-se pelos problemas do “povinho”.
Mais uma vez, uma jornalista, da TV2, levou um bailinho.
Ora eu até entendo que eles se aborreçam com este “tipo” de jornalismo!
Só alguém sem cérebro e sem sangue quente é que aceita sem revolta que as coisas sejam assim!
Quanto ao doutor Vital, pode faltar-lhe muita coisa, mas teve coragem sim senhor!
Já agora, parabéns à equipa do Sócrates que se lembrou do Vital para cabeça de lista!
Não me revejo em nenhum dos dois, mas é assim mesmo! Tenho é de dar a mão à palmatória! A “coisa” está/foi bem feita.
Já agora não se esqueçam de votar!
Não tanto para penalizar o governo, mas para elegermos o “timoneiro” do nosso bote.
À semelhança dos deputados no parlamento Nacional, é preciso uma voz sonante que nos defenda no Parlamento Europeu.

Com a “aplicação da Constituição Europeia” (se é que lhe posso chamar assim) – O Tratado de Lisboa, muita coisa vai mudar!
E desde já digo que na minha opinião: NÃO DEVE HAVER REFERENDO!
???
Se o Português-médio não vota para o parlamento vai opinar sobre as leis feitas pelos que ele não elegeu? Vai avaliar as leis criadas pelos que elegeu, se votou? Não faz sentido referendar leis se, por regra, os Portugueses mal conseguem interpretar as legendas do “Record”.
No entanto, é de todo importante escolher as pessoas (interessam mais as pessoas que os partidos) que irão defender os nossos interesses perante a UE.
Consta-se que o PSD vai vencer… Eu, cá por mim, estou na dúvida se será assim!
Não me vou alargar mais nestas questões! No entanto (vantagem) sem a intregração na União o país já tinha confirmado a bancarota faz tempo…. E não esquecer (desvantagem) que o que Portugal recebeu em fundos e ajudas (e que vai acabar), vai ser cobrado (com muitosssssssss juros)!

Impedir a crise é impossível!
Ela chegou muito antes das noticias o constatarem.
Não há volta!
Há que minimizar os forçosos efeitos e preparar o plano para recuperar.
Estes não são planos nacionais. São pessoais.
Um governo não pode salvar uma nação que se rendeu! (Não sei se estão de acordo.)

Acabo a dar os parabéns a quem deu tolerância de ponto para a próxima 6ªfeira!
Ter O NOSSO país parado, a consumir sem produzir, CINCO dias seguidos é mesmo o que é preciso para sair da crise.

Não é que eu vibre com estes assunto, mas…
Estou eu no mundo da lua e penso:
“- Deixa cá ver o que se passa lá em baixo”.
E olho em volta e… É só poeira.
Maldade. Falsidade. Intriga. Bricar com a vida uns dos outros!
(Depois eu é que sou cínica!)
Volto a ligar a TV lá para finais de Setembro!
É por estas e por outras que tenciono hibernar até ao fim do Verão, na minha bola de sabão.

5.6.09

Saudade do que está para vir

...Se o tempo voltasse atrásssss...
(muito para trás, porque estou a ficar velhota!)
... e eu pudesse acordar num qualquer dia da minha infância voltava aos tempos da escolinha.
Ao tempo em que brincava a trepar às árvores com os amigos e brincar às professoras com as amigas.
Voltava ao tempo em que andar descalça e brincar na chuva nos deixava duros e não simplesmente molhados e sujos. Voltava a passar os dedos no tulicreme e a lavar-me com sabão azul.Gostava de olhar para mim e pensar que nunca ia crescer e que já tinha nascido assim grande.
Voltava ao tempo em que não havia relógio e em que os adultos não se aturavam.
Voltava a deitar-me com o Vitinho e a levantar-me para ver o Dartacão.
Gostava de poder voltar a sair de casa, a correr pelos campos fora e chegar a casa com a roupa rota. Hoje também posso, mas não vou ouvir a minha mãe a ralhar.Gostava de voltar a guardar o pijama dentro do meu palhaço e de adormecer no colo do pai. Gostava de voltar a ver um muito bom na ficha de matemática. Voltava chorar por não decorar a tabuada, por ter medo dos piolhos, por não poder comer mais pudim.
Voltava ao tempo em que o fogão era de lenha e os banhos na bacia.Aos tempos em que o meu avô saia com o rebanho e jogavamos às cartas debaixo das oliveiras. Voltava ao tempo em que eu lhe ganhava a fazer batota e em que ele comia o pão duro e me dava o queijo.
Gostava de voltar a procurar belindes nas garrafas da lixivia e prendas debaixo da árvore de Natal.
De ir à missa depois da Catequese. De ir para o teatro e de férias para a avó e no mesmo quarto eramos seis.

Tenho saudades "dos amigos de escola". Porque os "amigos de escola" não são só os da infância, mas os que andam de mãos dadas!

E não havia/há passado, nem havia/há futuro, nem havia/há nada para além do aqui e do agora. Partilhava-se o lanche, brincava-se e crescia-se feliz. Não é que não tenha sido/tenha lutado por ser a criança mais feliz... nem a adolescente mais feliz... nem a recém adulta mais feliz! É que sinto saudades de não ter brincado o suficiente com as pessoas que foram passando pela minha vida. Saudades de brincar como as crianças!

Lembrei-me, hoje, de uma pessoa que se cruzou uma vez na minha vida, por menos de 5 minutos e me disse: - Nasceste velha. É. Não é que seja mau. ;Mas vais morrer criança.

E hoje, envelhecendo, sinto-me cada vez mais... como deveria ter sido e não (sei se) fui!

(Tenho muitas saudades do JP. E do Lino! Bom fim-semana e beijinhos para a Maria e para a Lélita. Os outros, tenho mais sorte e ainda os vou vendo por aqui.)

4.6.09

Etaaaaaaaaaaaaa coisa pobri!


Escapei uns minutinhos para vir até aqui!
Mais vale aproveitar uma pequena oportunidade que esperar que se esteja vivo amanhã!
Recebi agora uma carinhosa mensagem em que me perguntavam:
“ - Estás zangada?”
" - Of de corse ka not!"

Tolices!
Estou só (temporária e previsivelmente) sem um tusto!

Depois de pagar as contas, coisa que nunca deixei por fazer, sabia que não sobrava muito.
Ainda assim, dei aqui, gastei ali, emprestei ali… E este mês, acabou-se mesmo!
Tenho sempre uns extras para as emergências, mas as emergências chegaram.

Ao contrário de grande parte das pessoas esse facto não me causa pânico nenhum.
Desde cedo, como os meus amigos da intimidade sabem, cultivo uma existência (dentro do humanamente e socialmente aceitável) avessa ao dinheiro.
Vivo com o estritamente necessário para satisfazer a fome, a sede e as necessidades que criei.
Fora isso, aguento-me bem!
Custa-me estar sem comunicar com os meus amigos... mas faz parte!

Também me ensinaram que quem divide ou dá o que tem, recebe em dobro!
Entenda-se que não se recebe dinheiro em troca!
Isto não é mais uma teoria da "tanga"! É pura verdade.
Dinheiro não é sinónimo de felicidade!
Poderia até ser! Acredito que há pessoas com muito e felizes. Mas essas são excepções.

O problema do dinheiro é que à medida que ganhamos mais, arranjassemos formas de gastar AINDA mais!
Assim começam ciclos viciosos de infelicidade.
São teorias típicas do Induismo e do Budismo mas que todas as religiões adoptam.

Então, voltando ao "recebe-se em dobro" temos que recebemos: a tranquilidade, a paz, o alivio e os sorrisos que proporcionámos.

Faz-me lembrar, por exemplo, o que damos nas campanhas de solidariedade.
- Já alguma vez vos fez falta aquilo que deram? Não vos causa uma imensa felicidade interior pensar numa criança, que está à mesa, a comer um prato de arroz que voces (lhe) deram, à saida do super-mercado?

Por isso, independentemente de onde andei a espalhar os meus tostões (foi com todo o coração), desculpem as mensagens sem resposta, os convites sem um "sim" e as chamadas sem volta!
Em alguns dias estou de regresso ao telefone, com o dobro de tudo!

Sejam felizes, amoriiiiiiiis!

2.6.09

gRANdeS MAleS, GraNDes REmédioS!


Ora, então BOM DIA a todos!
Acabaram-se as "obras em Kabba".

Só hoje de manhã, antes de sair, descobri que afinal não gostava de Kabba como estava!
Por isso não conseguia escrever nada!
(E a culpa é minha)
Só havia uma solução!
(Ver as coisas como são, dá a sensação de liberdade)
Apaguei todos os textos até ao primeiro que me realmente gostava!
Perdi os comentários de muitos de vocês e tenho muita pena (mas guardo-os no lugar de sempre).

E com isto parece-me (lá vem mais uma das minhas teorias da tanga) que para se sair de algo que nos faz mal é preciso deixar para trás algumas coisas que são tão boas que até doem!
Agora não há nada a fazer! DELETE!

Devo escrever qualquer coisita mais para a noite!
Estou doidinha para "sair" para este dia.

Fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii... Beijinhos!